logo_OCA_preto_horizontal.png

ORQUESTRA DA COSTA ATLÂNTICA

onde cada som é tocado com amor!

Em 2015 a Orquestra da Costa Atlântica – associação de música e cultura decidiu estabelecer um agrupamento musical sinfónico designado por Orquestra da Costa Atlântica. Constituída por um efetivo de sessenta instrumentistas, pode ser reduzida ou expandida de acordo com as exigências de cada programa de concerto. Esta constituição permite à Orquestra da Costa Atlântica interpretar um amplo repertório que se estende do Barroco até à música contemporânea.

A Orquestra da Costa Atlântica reúne jovens músicos profissionais de grande talento numa formação de singular qualidade artística que empresta às suas interpretações uma extraordinária energia, uma especial irreverência e uma intensa paixão. 

Em cada temporada, a Orquestra da Costa Atlântica realiza uma série regular de concertos em diversas salas do país, cumprindo uma função descentralizadora e contribuindo desta forma para a captação e formação de novos públicos para a música erudita gerando, assim, um indiscutível valor cultural e social para as comunidades.

Em cada concerto, a Orquestra apresenta repertório diversificado, destacando-se na interpretação de obras de compositores como Beethoven, Mozart, Dvorak e Schubert, Ravel, Martinú, Copland, Fauré, Brahms, Borodin, Prokofiev, Strauss ou Wagner.

Apesar de recente, o projeto artístico e cultural protagonizado pela Orquestra da Costa Atlântica é hoje reconhecido, nacional e mesmo internacionalmente, como um dos mais inovadores no âmbito da música erudita.

Desde a sua fundação, tem como Diretor Musical e Maestro Titular Luis Miguel Clemente

 
 

MISSÃO E VISÃO

A Orquestra da Costa Atlântica tem como missão continuar a desenvolver uma programação musical concertística regular que traga valor cultural acrescentado, contribuindo desta forma para o desenvolvimento e criação de oportunidades artísticas e também para a formação de públicos. A estratégia desenvolvida utiliza a programação concertística em prol do compromisso e responsabilidade social na sociedade onde se insere, de forma a atrair e construir novos públicos, aproximar a música erudita da sociedade, envolver a comunidade e as famílias e contribuir para o desenvolvimento através de uma economia de turismo cultural. 

A Orquestra da Costa Atlântica pretende tornar-se uma orquestra de referência, inovadora e especializada artisticamente no âmbito da música erudita. Unir as pessoas, colmatar fronteiras e ser parte ativa na cooperação estratégica social, económica e cultural através da música constitui a base da atividade pública da orquestra.